Baiana de corpo e alma e paulistana por opção. Jornalista, corredora, mãe de dois, esposa, escritora e influenciadora digital. Ligada no 220v, mas amante da preguiça, do vinho, de uma boa cozinha e de Wi-Fi. Viajante de carteirinha: por terra ou por ar, correndo ou pedalando, com os filhos ou sem eles. Mulher, mãe e dona das próprias vontades.

7 Comentários

  1. Fabi
    @

    Bom… adorei a matéria! Na minha casa procuramos fazer essa divisão, infelizmente as mães tendem a ser “leoninas” em relação as tarefas com filhos. Procuro estimular as brincadeiras de forma igualitária, meu filho tem um boneco Júlio ( do cocoricó ) que é seu filho… minha filha adora usar os caminhões para colocar as barbies trabalhar… assim vamos tentando criar um futuro melhor para nosso mundo.

    Reply

    • Nanna Pretto
      @

      Que legal. O meu mais velho tinha um Júlio e era o filho dele tbm. Quando o Rafa pediu o boneco menino eu procurei, mas não achei. Ainda vende? Vou procurar! Aqui também a gente tenta fazer tudo igual. Não só nas tarefas como nos princípios, que homem/menino lava louça, arruma a cama, faz comida… Temos que ensinar desde agora, não acha? Bjs

      Reply

  2. Anônimo
    @

    Adorei!!!!!

    Reply

    • Nanna Pretto
      @

      😍❤️

      Reply

  3. Fabio
    @

    Fantástico! O lance é que algumas (várias) das mães que reclamam que o marido “não ajuda”, acabam não percebendo que elas mesmas estão promovendo essa difrença no papéis…

    Jà chega desse pai que não troca fralda e da mãe que sofre sozinha né?! Bora atualizar!

    Eu falei sobre isso no meu blog e criei um material pespecial pra dar uns toques pros pais de primeira viagem, que como a maiora de nós homens, foi criado num mundo bem machista, mas agora quer dar um passo a mais na evolução da espécie… Ebook gratuito “SEJA UM PAI MAIS PRESENTE” – https://paisdeverdade.wixsite.com/blog/downloads.

    Fabio.
    http://www.paisdeverdade.wixsite.com/blog

    Reply

  4. Ester
    @

    Gostei!! Aqui em casa meu marido quando faz alguma coisa diz “eu te ajudo em casa” e acha que faz muito, que a parte de é só trabalhar fora.

    Reply

    • Nanna Pretto
      @

      Tem que mudar o discurso. Não me ajuda, você faz a sua parte (ou parte dela).
      A partir de trabalhar fora, acredite, é a mais fácil.

      Reply

Comente!