Vitrine de Natal: conforto fashion

eu AMO alucinadamente a Gap. Fico triste porque os preços aqui no Brasil ainda são bem salgadinhos, mas perco a linha e a dignidade quando estou fora e entro numa Baby Gap da vida… sou tão louca, que, aos 18 anos, quando minha tia estava grávida de seu sobrinho Thomas, eu fiz um verdadeiro enxoval […]

leia mais >>>