Viva as asinhas

Eu não sei em São Paulo, mas aqui em Salvador a gente viveu e cresceu usando asinhas. Isso mesmo, aquelas boias que criança põe no braço para entrar na piscina, quando elas ainda nao sabem nadar. E aí é assim: a gente fica em volta da piscina, bebendo, comendo e curtindo o sol e as […]

leia mais >>>